terça-feira, 30 de junho de 2009

life in cartoon motion

As vezes eu queria que minha vida fosse um romance chick lit, ou um filme. Ou uma fic, ou uma história em quadrinhos, ou melhor, um desenho animado! Aí não teria importância se nada fizesse muito sentido, e todas as desgraças seriam mesmo engraçadas. Porque esse lance de rir da própria desgraça pra não chorar não tá com nada, é só mais uma dessas coisas que a gente faz sem vontade por convenção da sociedade (não perder tempo conversando com pseudo adultos da sua turma na faculdade, fikdik). E tudo que eu desenhasse teria grandes chances de se tornar verdade.. tipo quando o Coyote desenha com tinta Acme na parede um túnel pra enganar o Papa-Léguas, e aí o Papa-Léguas sai correndo pelo túnel e quando o Coyote vai atrás sai um trem e esmaga ele.
Eu seria o trem. E passaria por cima de todo mundo que mexe com a minha família, de todos os professores que não sabem falar com as pessoas, de todos os problemas que atormentam meus amigos, das doenças que acometem quem eu amo, das dívidas de todo mundo que mora perto de mim, e o mundo seria um lugar perfeito.

É, eu seria o trem.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Turismo para não-iniciantes.


Tava me sentindo muito indigna hoje. Tipo a Cassie quando toca 'this day' do the sleepy Jackson em skins, não sei porque. Acordei 6 horas da manhã porque tinha ido dormir 21:30 de domingo. Isso sem contar que no mesmo dia dormi de 8 à 12 e depois de 16 às 19. Sim, sim, o fim de semana foi cansativo.hahahaha Enfim, tava sem inspiração nenhuma mas como sempre raíssa salvando o mundo com seu desenho me mandou este <<<< .

Tá, eu explico. Um belo dia, no centro de niterói andando pra lá e pra cá, surge uma ideia de escrever um livro de turismo. Não agora, claro. Mas depois de ter viajado pela europa toda. Esse livro falaria sobre os mais diversos albergues,  as noites (mal) dormidas no aeroporto, as visitas feitas em todas as nightclubs dignas, museus, shoppings, coffeshopps, restaurantes e os mais diversos pontos turisticos. Mas esse não seria um livro de turismo qualquer. Contaríamos coisas do dia-à-dia como, por exemplo, como raíssa teve um revertério depois de comer comida estragada feito por um japones muito suspeito, ou então como natalia ficou 5 dias sem tomar banho porque no albergue da suíça não tinha água quente ou como eu tirei foto disso tudo! HUAHUAHUAHUAHUHUAUHAHUAUHAUHAUH

Claro que não vou me 'auto-sacanear' no meu proprio post ne!? hahahahahaha

Mas enfim, E esse desenho é simplesmente a capa do livro visualizado naquele momento. Nós, no centro de niterói fazendo altos planos e gritando:

'MAAAAAS TIPASSIM CARA, NA CAPA DO LIVRO VAI SER A GNT NO MEIO DA ESTRADA PEDINDO CARONAAA. EU VO TA COM UMA CAMERA PENDURADA NO PESCOÇO'

'ISSO. E NATALIA VAI TA MUITO SENTADA EM CIMA DA MALA COM O MP3 NO OUVIDO E EU ESCRASHAAAAAAAAAANDO TUDO PEDINDO CARONAAAAAA' 

Cara, eu sei que um dia escreveremos esse livro, eu sei que um dia viajaremos pela europa e veremos a chuva caindo da janela do trem como o harry potter só que sem os dementadores! \o/E sim, eu sei que um dia pegaremos o mcfly. Tá, isso eu não sei não! huuhuhuhuhuhuh............ Mas mesmo assim amo vocês, sempre. Desculpa o atraso do post! hihihihihihi

E é isso, to escutando queen, e isso é legal. Nem to me sentindo mais como a Cassie. Ta mais pra Cook no dia do seu aniversario depois de ter estragado e festa de noivado da kayleigh. AHUHAUHUAHUAHUAHAU  Tá, to bem, mas não tanto assim. 

=DDDDDDDDD

ATUALIZANDO: PASSAGENS DE AVIÃO COMPRADAS PARA O DIA 21 \O/

NÃO TEM MAIS JEITO!!!!!! UHULLLLLLLLLLLLLLLLLL

sábado, 27 de junho de 2009

lazy girl

Hoje e amanhã, não quero mais nada além de assistir filmes. Meu espírito de velha tomou conta de todo o meu ser esse final de semana, e só se o McFly estivesse aqui, na minha frente, eu sairia da cama. E falando em McFly, eu espero que o Danny consiga cantar 'born to run' com o Bruce no show. Espero mesmo, de verdade, do fundo do meu coraçãozinho. Go on Danny, go on <3

Assisti dois filmes hoje, 'milk' e 'marley e eu'. Sobre o primeiro, o Sean Penn estava incomparável, o James Franco um delírio, e o Emile Hirsch, bom... o Emile Hirsch é o Emile Hirsch, né?
O filme é muito bom, não sabia se ficava com raiva e com vontade de me juntar ao movimento, ou se chorava de frustação e tristeza. Pô, free world pessoal, free world. E 'marley e eu', bom, o filme é realmente lindo. E eu achando que as pessoas exageravam demais nos elogios. Em certos momentos me deu vontade de ter um cachorro, um marido, filhos, uma casa na praia, e ser uma jornalista, mas infelizmente não tenho vocação pra cuidar de animais, pra escrever, nem pra ter um relacionamento com alguém, oh vida injusta. Chorei até os olhos arderem. Recomendo os dois.

Para agora à noite eu tenho 'sete vidas' e 'duas semanas'. Os dois parecem ser bem tristes, oh well... pelo visto hoje é dia de chorar até secar. Só faltava aquela latinha de brigadeiro pronto.

Spread the love, people.
e desculpe pelo post, mais uma vez, inútil e mal escrito, sou uma negação D:

editando: acabei de ver 'sete vidas' agora. Se eu chorei muito em 'milk' e 'marley e eu', em 'sete vidas' eu chorei o triplo. Assistam os três, sério.

ps: go on D, go on <3

sexta-feira, 26 de junho de 2009

suicidal tendencies


Estou a beira de cometer um ato que vai contra as leis de Deus e da natureza, assim como essa pobre banana tão futilmente retratada por mim mesma. Sério, a sombra da morte paira sobre nós como nunca essa semana, ok.
Não estou falando só de MJ, nem de Heath Ledger (passou Coração de Cavalheiro na Sessão da Tarde, T-T), nem da banana, e sim de mim. E da minha total falta de habilidade (e de responsabilidade também, porque não?), em desenhar todos os 25 desenhos da estúpida matéria de Skecthbook. E todos os 15 de História da Arte, com direito as estudos de claro e escuro, o que quer que isso seja. E o de Perspectiva. E os de Teoria da Cor. E os de Desenho I. E tudo até a semana que vem.
É possível que eu não sobreviva, e há altas chances de eu nunca mais conseguir segurar um lápis sem sentir vontade de chorar e dos meus vizinhos tentarem me matar da próxima vez que eu ouvir Art Is Hard do Cursive.
Porque eles não estão de brinqs não. Arte é díficil, minhas amigas.
Se eu não conseguir salvar o mundo, saibam N e S, que eu amo vocês. E que vocês podem se estapear pelos meus pertences, porque eu não vou puxar o pé de vocês. Mas continuarei tentando, um desenho de cada vez, rs.
Adeus, mundo cruel.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

'There's a place in your heart

And I know that it is love...'

Meu tio me diz que quando eu era criança, sempre que eu ia pra sua casa, chegava já pedindo: "tio, bota a musica da 'forminha'?" Essa musica era 'Heal the World' do Michael Jackson(tem uma parte que parece que ele fala forminha). 

Esses dias eu to numa fase muito retrô, escutando só velharia. E 'Heal the World' era uma musica que tava na minha playlist. Na verdade, a unica do MJ. Eu nunca fui super hiper mega fã, mas claro, conhecia os seus sucessos. E quem não conhecia?

Não importa. Eu nunca fui apresentada a ele, nós nao eramos amigos, ele nao era da minha familia, nem sequer da minha geração e ainda sim eu me sinto estranha com a sua morte. E acho q grande parte do resto do mundo. Não necessariamente pela pessoa que era, mas por seu enorme talento e pela mensagem que muitas de suas musicas deixaram. Ele não conseguiu 'curar o mundo' e muito menos 'torna-lo um melhor lugar', mas ele certamente passou a mensagem de que você pode e deve sonhar. E mesmo sendo uma criança tosca que nao entendia nada do que ele dizia, acredito que peguei essa mensagem muito bem, considerando como 'sonhadora' eu sou. Infelismente a imagem que eu(e a maioria das pessoas da minha geração) tenho dele não é de uma MJ sorridente, que dança e canta A.B.C. com os irmãos, mas sim de um 'freak' neurotico pedófilo que a midia pintou e bordou, e provavelmente apagou nele sua propria mensagem de um mundo melhor. Como ja disse, não o conhecia, não sei se tudo que diziam sobre ele era verdade, mas é inegavel que ele teve grande importancia enquanto esteve por aqui. 

Desculpa o post total deprê emo de hoje, mas não podia deixar isso passar em branco. Quando Nat falou pra mim q MJ tinha morrido eu fiquei =fina : 'Claro que nao sua estranha, quem morreu foi a pantera: Farrah Fawcett.' Entrei no twitter, vi as primeiras mensagens... Primeira coisa que pensei foi: cara, cade raissa numa hora dessas que todas nós temos que estar juntas (pelo msn, claro.. hauhuahuahua), depois claro, fiquei normalmente desesperada. Impacto inicial. =)

O dia hoje foi muito estranho, a pantera morre, MJ tambem e eu não falei com R. até agora! Acho q nas ultimas 2 semanas a gente se falou todo dia pelo menos um pouquinho. Quebrou a corrente.. hahahah

Mas pelo menos Naty tava me fazendo companhia. E devo acrescentar um asteristico, ela ultimamente tem me feito companhia direto! Brigada pelos otimos jogos de sinuca, N. te amo! hahahahaha

Enfim, desculpa de novo o post, nao me matem por eu só ter falado sobre MJ, mas sabe como é ne, coisas de infancia realmente meche com a gente! huuhuhuh

AMo vcs. 

"Heal the world
Make it a better place
For you and for me
And the entire human race
There are people dying
If you care enough for the living
Make it a better place
For you and for me"


quarta-feira, 24 de junho de 2009

Is this real life?

Semana de entrega de resultados na faculdade é uma merda, juro. Você fica naquela tensão, tem certeza que mandou mal em quase todas, já vai procurando emprego pra pagar a DP e ainda por cima não consegue dormir de nervoso.

Hoje foi bem assim, fui acordada daqui até São Paulo, com os olhos arregalados e bem louca, não sei se de sono porque eu não dormi um minutinho se quer, ou se de nervoso. Atenção na estrada significa ver o que não quer, e eu realmente vi uma das cenas mais bizarras, que não compartilharei porque pode causar infarto, e/ou choque permanente nos mais desavisados.

Enfim, toda aquela tensão pra ir muito bem, obrigada, rs. Sério, foi uma luz divina que desceu e me ajudou, porque eu jurava muito que tava na vala. Anyway... no more faculdade por um mês, e eu acho isso muito digno.

Os resultados foram bons, mas nunca dá pra agradar todo mundo, e às vezes você é obrigada a ouvir o que não quer. Alguém me diz qual é o motivo da minha existência? Não é possível que eu só tenha nascido pra dar trabalho e desgosto. Além de ser uma contribuinte do aquecimento global, e comer demais.

Pois é, dessa vez não é só drama, is real life. Sério, life is a bitch, já bem disse D.J. <3

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Tell me why? I don't like mondays..

Eu pergunto, eu respondo. Não gosto de segundas feiras porque eu acordei precisamente às 07:17, me desbanquei até Pendotiba, mas podia muito bem ser pra Nárnia, Hogwarts ou a Terra Média, sério, era tanta névoa que o motorista devia estar adivinhando o caminho, fato.

E depois dessa viagem fantástica, descubro que por algum motivo tão pouco natural e desconhecido como, porque o Pato Donald anda sem calça, mas enrola a toalha na cintura quando sai do banho, NÃO TINHA AULA. Sério, eu, M e Q passamos uma hora conversando sobre bandas punk e lendo The Spirit, invejando o traço de Will Eisner e ninguém apareceu, na faculdade inteira. Ninguémzinho.

Daí, claro, voltei pra casa, e dormi de novo, principescamente me largando nos braços de Morfeu, até que S me ligou e me acordou, e eu sinceramente, não faço a menor ideia sobre o que falamos, sinta-se a vontade para me lembrar, rs.

Então passei a tarde toda desenhando com lápis de cor aquarelável (eeecaa), sentido a tendinite arder, e aí eu vi o fim do filme dos Jonas Brothers e vim escrever. HmHm.

Então, James Taylor, pode ir pro inferno, está aí o why eu não gostar de segundas feiras.


Segue, um teaser da nossa Noite de Amor & Música, fanfic que eu e S estamos desenvolvendo,rs.

- Acho muito digno a gente parar em qualquer lugar e comprar uma garrafa de qualquer coisa – Rai começou a berrar mais alto que a voz de Danny Jones nas caixinhas de som, enquanto abanava o olho com uma folha de papel, secando o delineador – porque eu vou morrer de frio até chegar na Augusta e o álcool me esquenta..
- Você só vai morrer de frio porque tá com essa roupa de piriguete, prontofalei – Soraya respondeu, enquanto mudava a música no mp4 ligado nas caixinhas de som, rindo da falsa cara de ofendida da amiga, começando a dançar os primeiros acordes de Date With The Night do Yeah Yeah Yeahs.
- Naty, você acha que tá muito piri? – a mais alta se virou pra amiga que estava sentada na beirada da cama, passando a chapinha calmamente. Esperou o parecer da amiga, as duas descendo o olhar pelo vestido preto curto que Rai usava, a meia calça preta fio 40 e as botas até quase embaixo do joelho.
- Só um pouquinho. Po, Sosiz, porque você desligou o meu homem?- ela agora ia tirando a chapinha da tomada e a deixando em cima da mesa.
- Porque Yeah Yeah Yeahs me deixa no clima – Soraya respondeu, fechando os olhos e dançando no lugar, arrancando risadas das amigas. Naqueles últimos dias o que elas mais tinha feito era rir. Desde de que Natalia tinha ido estudar em São Paulo, a quase um ano atrás, as três não tinha estado fisicamente juntas. Rai e Soraya ainda morava em Niterói e se viam com freqüência, mas decidiram que só as conversas no MSN e os floods no twitter era pouco para matar as saudades, então acabaram indo visitar a amiga em Atibaia. A saudade que haviam sentido umas das outras agora era traduzida em muita gritaria, risadas e azeitonas, tudo com a trilha sonora de uma certa banda inglesa.

;)

domingo, 21 de junho de 2009

Que dia é hoje?


Ahh, o domingo. Domingo pé de cachimbo. Domingo é dia de faustão, gugu, silvio santos, futebol. Domingo, dia de pensar em todas as coisas indignas do sabado, ir pra igreja e rezar sabendo que provavelmente fará a mesma coisa na semana que vem.
'A palavra é originária do latim dies Dominicus', diz a wikipedia. Domingo é sunday, mas peraí, sunday não é sorvete?
AAAh, esse domingo confuso.
Domingo é filosofia. Apoooosto que as maiores teorias de Platão foram feitas no domingo. Bill Gates total transformou a MSDOS em Windows sabe em que dia? DOMIIIIIIINGO!
QUEEN com certeza escreveu Bohemian Rhapsody no domingo! McFly NÃO escreveu the heart never lies no domingo, ao invés disso deixou pra escrever Tranny! Jammie fumou um beck e pensou em skins vendo o pôr do sol de domingo.
AAAAH, FODA-SE!! MEUS PAIS F.... NUM DOMINGO, 9 MESES DEPOIS EU NASCI [hum] . HAhaHAHAHHAHA
Enfim, domingo é um dia chato pa caraleo, tanto que as pessoas são obrigadas a fazer algo que preste, tanto que eu to aqui escrevendo no blog \o/! E enrrolei tanto, mas taaaaaaaaaanto, só pra dizer que domingo é o dia que eu mais sinto falta de vcs, N e R. Porque vcs são as unicas que conseguem fazer do tédio algo tão agradavel que chega q ser foda.
Com vcs, o domingo vira quarta feira em semana que quinta é feriado e sexta enforca, se é que vcs entendem o que eu quero dizer! ahuuhauhauhauhahuahu
EU AMO VCS, TO EMO E REZANDO PRA QUE UM MES PASSE RAPIDO!
=DDDDDDDDDDDDDDDDD
E essa enrrolação toda pra essa merda de post, eu sei!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

What time is it? (8)

It's finally friday, e isso significa que não tenho mais que estudar pra prova, e nem levantar todos os dias às 4h nesse outono bizarramente gélido que está fazendo por aqui, porque as férias acabaram de começar... e com elas, milhões de coisas que eu quero fazer em pouco tempo, já que, como tudo que é bom dura pouco, as férias vão passar voando, e o estágio vai começar, e toda aquela rotina de levantar cedo, estudar, ir pro curso de informática, enfim, tudo vai voltar ao mesmo tempo.
Parece que eu estou fazendo aquela típica lista mental de realizações de ano novo, sabe? Emagrecer, acordar mais cedo e ir caminhar, me dedicar ao violão, parar de beber refrigerante, me divertir mais e reclamar menos, enfim. Só que eu sei bem que existe uma grande possibilidade de que eu não faça metade disso, e as férias vão acabar e eu vou me arrepender de ter ficado na mesma situação vegetativa de sempre. Ou não, já que eu realmente me animei mais nesse semestre, mesmo com tudo o que mudou... ou fui eu que mudei, e não me toquei disso, enfim, não sei.

Vou sentir falta de várias coisas da faculdade, e da convivência com as minhas queridas bitchs, J e M, e as nossas bobeiras de sempre... mas julho promete, e eu realmente espero que ele seja tão bom quanto imagino.


Então, de volta ao meu pote de sorvete que já deve ter virado sopa, e às minhas cobertas, vou me despedindo.

R e S, amo vocês.

xx





domingo, 14 de junho de 2009

Minha primeira vez

Ah, enfim não sou mais um virgem! De postagens aqui no 306 miles, tá lôôôko nenééém.
Hoje tá frio pra caralha, e por isso eu passei o dia todo em casa, comendo, na frente do pc, fazendo downloads (realmente N, o album novo do Green Day é PÉROLA), twittando sem ser respondida (yeah, mike bayley is not fake, I believe now :D), lendo fics,vendo Across The Universe, salvando fotos sedussäo rs..
Não é so por conta da minha idolatria pela Blink 182, nem pela beleza de Mark Hoppus nessa foto
e sim por eu ter achado muitíssimo digno ele participar dessa campanha, NO H8. É uma campanha a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo, o tipo de mobilização que só americanos muito descolados e pessoas não necessariamente tão descoladas assim do resto do mundo participam. Eu hei de participar, não só porque eu achei a foto legal, rs, mas porque eu sou uma pessoa não tão descolada assim que acredita que o amor não escolhe gênero, e que as pessoas não deveriam ter medo, ou que se comedir pra demonstrar seu amor. Acho tão hipocrita que casais heteressexuais possam se unir perante a justiça, Deus e a família e outros casais não possam que chega a me dar raiva. Portanto, palmas pra iniciativa, we believe in.
E então foi. Sabe, eu tava com medo, e muito nervosa, mas depois da dorzinha inicial, até que isso aqui é..gostoso, rs.

sábado, 13 de junho de 2009

Festa de inauguração


Rá, vai de verdana que é estyle. Ok, bem!


Como a ideia do blog foi minha, nada mais justo que eu, Soraya, faça o primeiro post!\o/

Tentarei resumir um pouco de como estamos nesse momento , falar da ideia do blog e tudo mais.

Somos 3 amigas: Natalia, Raíssa e Soraya. Há um pouco de mais um ano, Natalia resolve ir morar em atibaia, SP e abandona eu e raíssa nessa terra de ninguem(niterói, RJ). Ela resolve fazer faculdade de hotelaria, curso de informatica e auto escola. Mas ela descobriu que em atibaia faz muito frio e como disse 'em suas proprias palavras': Tá na vala. Bem feito naty, isso que dá abandonar as amigas ! Mas ok, a gente perdoa!

Raíssa tava até a pouco tempo atraz enchendo o saco dos outros pedindo dinheiro(telemarketing) mas viu que pedir dinheiro não da futuro e resolveu se demitir(ou ser mandada embora?). Agora ela, assim como eu tá na vida boêmia. Faz faculdade de manhã de artes plasticas, dorme de tarde e come e entra na internet de noite.

E eu, como já dito acima, tô na vida boa por enquanto. Fazia faculdade de comunicação social, mas as as leskisses daquela turma é demais pra eu acompanhar. To de brinks. Vi que isso nao dava futuro e resolvi largar. Pretendo fazer Sistema da informação(informatica) no meio do ano. Mas por enquanto, acordo, vo pra academia, do em cima dos cats(MENTIRAAAAAAA!), e fico resolvendo coisas aleatorias pra familia, porque, como toda boa familia, a noticia que eu estou desempregada e "desestudada" se espalha rapidamente. hahahahahaha


Depois de um D.R. tenso hoje de tarde sobre como as coisas mudam quando se está à 494 km away (ou 306 milhas, ideia do blog), tivemos a brilhante ideia de criar esse blog para, mais que tudo, nos atualizar sobre nós mesmas. Então teremos muitos posts sobre como eu to de saco cheio de ir na marisa trocar ropa pra minha mae, ou como natalia se fudeu na prova de contabilidade, ou então como raissa ta puta porque o dougie nao responde ela no twitter.

Mas como boas amigas que somos, nos daremos apoio total e não zuaremos nunca umas as outras. :))))


Acho que pro primeiro post é isso! Até a proxima galére! Amo vcs!